quinta-feira, 31 de março de 2022

Bolsonaro exonera nove ministros que disputarão eleições em 2022; veja lista


O Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 31, repercutirá na composição do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) neste ano. Nove ministros de gestão foram exonerados de seus cargos para disputar as eleições de 2022. O prazo para a desincompatibilização, segundo calendário da Justiça Eleitoral, termina no próximo sábado, 2 de abril, portanto é possível que novos nomes possam sair.

Com isso, outros nove nomes assumem as diversas pastas de governo. Veja abaixo as listas de ministros que deixaram os cargos e de quem assumirá a gestão das respectivas áreas.

Saídas confirmadas no DOU: 
1 - Damares Alves (Família, Mulher e Direitos Humanos)
2 - Flávia Arruda (Secretaria de Governo)
3 - Gilson Machado (Turismo)
4 - João Roma (Cidadania)
5 - Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia)
6 - Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência)
7 - Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional)
8 - Tarcísio de Freitas (Infraestrutura)
9 - Tereza Cristina (Agricultura)

Assumem os cargos:

1 - Cristiane Britto - Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos
2 - Célio Faria Júnior - Secretaria de Governo
3 - Carlos Brito - Ministério do Turismo
4 - Ronaldo Bento - Ministério da Cidadania
5 - Paulo César Alvim - Ministério da Ciência e Tecnologia
6 - José Carlos Oliveira - Ministério do Trabalho e Previdência
7 - Daniel Oliveira Ferreira - Ministério do Desenvolvimento Regional
8 - Marcelo Sampaio - Ministério da Infraestrutura9 - Marcos Montes - Ministério da Agricultura

Os agora ex-ministros: Onyx Lorenzoni, Tarcísio de Freitas, João Roma e Rogerio Marinho devem ser candidatos aos governos do Rio Grande do Sul, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Norte, respectivamente.

Tereza Cristina, Gilson Machado e Flávia Arruda devem se candidatar ao Senado por Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Distrito Federal, respectivamente. Marcos Pontes será candidato a deputado federal por São Paulo e Damares Alves ainda deve confirmar seu destino político e estado pelo qual irá concorrer.

*Da redação do BFJ, com O Povo.